O que ver em Bragança?

Bragança é a capital da região de Trás-os-Montes, no Nordeste de Portugal. Esta região remota e montanhosa oferece cenários únicos, vilas históricas, paisagens naturais e uma gastronomia riquíssima. Bragança está situada no extremo do Parque Natural de Montesinho – uma das zonas florestais mais selvagens da Europa, com uma enorme diversidade de fauna e flora. […]

Castelo de Bragança - o que ver em braganca

O que ver em Bragança?

Bragança é a capital da região de Trás-os-Montes, no Nordeste de Portugal. Esta região remota e montanhosa oferece cenários únicos, vilas históricas, paisagens naturais e uma gastronomia riquíssima. Bragança está situada no extremo do Parque Natural de Montesinho – uma das zonas florestais mais selvagens da Europa, com uma enorme diversidade de fauna e flora.
Os habitantes têm um modo de vida tradicional, especialmente nas cidades e vilas mais pequenas, como Miranda do Douro, Mogadouro, Torre de Moncorvo e Freixo de Espada à Cinta. A vida quotidiana não sofreu muitas alterações durante séculos e estas vilas isoladas possuem uma beleza rústica muito própria. A região é especialmente bonita na Primavera, quando um manto branco de amendoeiras em flor cobre os vales. A vizinha Mirandela é conhecida pelas suas carnes e alheiras, mas poderá encontrar especialidades locais um pouco por toda a região.
As celebrações do Carnaval em Trás-os-Montes são vibrantes e plenas de tradição. Os festejos prolongam-se durante os dias que antecedem a Quarta-feira de Cinzas, e incluem trajes vistosos, desfiles animados e música tradicional, atraindo visitantes de todo o mundo.

Locais a Visitar

Parque Natural de Montesinho (Bragança)
O Parque Natural de Montesinho é uma das maiores áreas protegidas de Portugal, estendendo-se por mais de 75 000 hectares e com uma altitude superior a 1500 metros. As vastas florestas geram habitats para muitas espécies, incluindo o lobo, o javali e a águia-real. Por todo o parque, poderá visitar muitas aldeias que oferecem uma fascinante combinação de paisagens humanas e naturais. O parque é ideal para fazer caminhadas.

Cidadela (Bragança)
Situada numa colina sobranceira à cidade, esta cidadela bem preservada foi construída no século XII por monges beneditinos. Foi reconstruída e reforçada em finais do século XIV, e no interior das suas muralhas encontram-se edifícios invulgares, como a imponente Domus Municipalis, a Igreja de Santa Maria e o impressionante pelourinho gótico.

festa da historia

Festa da História | Bragança | 14 a 17 de Agosto de 2015

Em 2015 a Festa da História, realiza-se em Bragança de 14 a 17 de Agosto.

Primeira Carta de Feira a Bragança (1272)

O posicionamento fronteiriço de Bragança constituiu um elemento preponderante no curso da sua história e no fluir dos acontecimentos que se perdem em tempos de reconquista, quando os homens manejavam espadas e na liça se olhavam olhos nos olhos. A história medieval de Bragança é a história da tentativa de instituição de um centro regional dominante na mais periférica zona do reino. É o que transparece da análise da Carta de Feira outorgada à cidade de Bragança por D. Afonso III em 1272.
A atribuição da Carta de Feira a Bragança reforça a necessidade de afirmação económica da cidade ordenando a realização de uma feira anualmente ao longo de 15 dias, oferecendo proteção jurídica e física a quem vendia e a quem comprava durante o período da feira.

Enchido à base de ossinhos é rei de festival em Bragança

Enchido à base de ossinhos é rei de festival em Bragança

Para não ficar com água na boca, é o momento certo para visitar Bragança que dá a provar esta iguaria aos apreciadores. O sabor da tradição vai à mesa de 28 restaurantes. É o festival gastronómico do “butelo e casulas” – prato genuinamente transmontano.
O butelo é o enchido mais nobre da região, de sabor intenso e único, envolvido pela bexiga ou pelo bucho, e composto pelo recheio feito à base de ossinhos do espinhaço e das costelinhas do porco, com alguma carne agarrada; as casulas são feijões, de variedades diferentes, secos com a vagem, em cima de palha, para lhes retirar toda a humidade. Os dois produtos são a base do prato tradicional desta época do ano, em Trás-os-Montes, e que autarquia de Bragança quer dar a conhecer e a saborear ao país e à vizinha Espanha, através do festival gastronómico.

Fonte: Sapo

Intur

Montesinho y Quinta das Covas, gastronomía y turismo experiencial

El grupo Montesinho participa de nuevo en INTUR con sus propuestas de gastronomía, alojamiento y experiencias turísticas desarrolladas en la naturaleza, aprovechando su privilegiada ubicación, en uno de los accesos al Parque Natural de Montesinho, en Tras-Os-Montes.

La actividad del grupo se inició en 1935 con la fundación de la taberna Roberto, hoy en día en su catálogo de opciones para el turista aparecen ideas como convertirse en pastor durante un día, probar la magia de la cocina en los fogones, hacer su propio pan o los embutidos típicos de la zona.

La actividad de Quinta das Covas está orientada, especialmente, a la organización y realización de eventos y el agroturismo en un enclave caracterizado por la biodiversidad y la belleza del paisaje.

Noticia en blog de INTUR

Norcaça, Norpesca & Norcastanha

De 30 de outubro a 2 de novembro, a Norcaça – Norpesca & Norcastanha – 13.ª Feira Internacional do Norte é o destino de caçadores, pescadores, apreciadores da gastronomia transmontana, de bons vinhos e de produtos regionais.
O setor vitivinícola assume, este ano, um protagonismo que promete trazer a Bragança milhares de pessoas de Portugal e Espanha. Serão vários os momentos à volta da atividade vitivinícola, sendo que os apreciadores de bons vinhos transmontanos e durienses poderão saboreá-lo durante o evento, onde poderá ser “adquirido” a copo.
A par da grande novidade da 13.ª Norcaça – Norpesca & Norcastanha, o vinho, a gastronomia continua a ser uma das protagonistas do evento, contando, este ano, com a presença de ex-concorrentes do programa Masterchef da TVI, que, na cozinha instalada no Pavilhão do Nerba, mostrarão ao público presente como se confecionam iguarias gastronómicas.

concurso

I Concurso Hispano-luso Micogastronómico

I Concurso Hispano-luso Micogastronómico tem lugar de 29 de novembro a 9 de dezembro de 2013 em restaurantes de Zamora, Salamanca e Nordeste Transmontano.

Poderão aceder a mais informação sobre este concurso em:

http://www.laopiniondezamora.es/especiales/vamosdesetas/

E através da aplicação de telemóvel com sistema android que já está disponível. Pode ser utilizado o código dibi ou pesquisar por setas Zamora.

O Restaurante Típico D. Roberto, participa neste concurso com a tapa Lombo de porco bísaro com cogumelos e pasta de azeitona. Venha provar esta verdadeira delícia.

feiracantarinhas

Feira das Cantarinhas

A ACISB – Associação Comercial, Industrial e Serviços de Bragança e a CMB – Câmara Municipal de Bragança, irão levar a cabo mais uma Feira das Cantarinhas e Feira de Artesanato. Assim e à semelhança dos anos anteriores, também este ano, haverá um variadíssimo leque de atividades e muita música para animar estes dias.

Trata-se da XXVII Feira de Artesanato a decorrer de 30 de Abril a 5 de Maio, na Praça da Sé, Rua Alexandre Herculano e Rua da República. A Feira das Cantarinhas irá decorrer na zona envolvente ao Mercado Municipal e também na Rua Bragança Paulista, na Rua D. Sancho I e no parque de estacionamento das piscinas municipais, nos dias 1, 2 e 3 de Maio.

Incluído no programa das feiras, decorre no dia 27 de Abril, pelas 9h00, a 8ª Exposição Canina Monográfica do Cão de Gado Transmontano, a ter lugar, no Terrado do Mercado Municipal de Bragança.

A organização das feiras está a cargo da ACISB e da Câmara Municipal de Bragança.

Fonte: Câmara Municipal Bragança

Voltar ao Topo